segunda-feira, 26 de agosto de 2019

NatalMakers na Campus Party Natal 2019 - Fotos

Como era de se esperar a Campus Party Natal foi um evento como nenhum outro. Muitas pessoas, amigos, conversas, contatos e muitas, muitas crianças que conheceram os kits de robótica apresentados pela NatalMakers no nosso stand. 



Esse ano a NatalMakers entrou como Media Partner e estivemos no palco na celebração de encerramento entregando a premiação do Hackaton Beach, promovido pela Prefeitura e Secretaria de Saúde Municipal. Além disso estivemos durante a manhã de domingo no stand da Prefeitura de Natal, junto com a equipe do Parque Tecnológico Metrópole Digital, do qual a empresa é credenciada. Em nosso stand na área Startup & Makers, estivemos durante todo o dia de sábado e também domingo, conversando com os alunos, pais, professores, makers, amigos e parceiros de negócios. Fizemos muitos novos amigos e não faltou muita animação e sorrisos, num clima de total descontração. Agradecemos à equipe da Campus Party pela recepção e acolhida e também a todos que estiveram conosco nessa grande festa, Seguem algumas fotos do evento.

















quinta-feira, 15 de agosto de 2019

INSCRIÇÕES ABERTAS - Curso de Arduino Programação e Prática (Turma 18)






Já temos a data da próxima turma do nosso Curso de Arduino Programação e Prática.  Iniciaremos no dia 14 de Setembro. Confirma mais informações sobre o curso abaixo.

Evento: Curso de Arduino Programação e Prática - Turma 18
Local: Instituto Metrópole Digital - UFRN
Data de inicio: 14 de setembro de 2019
Horario: das 14h as 18h

informações: Whatsapp NatalMakers (84) 988900262


O Curso de Arduíno: Programação e Prática é promovido pela NatalMakers, empresa incubada na INOVA Metrópole, incubadora do Instituto Metrópole Digital – UFRN. O curso utiliza metodologia própria, que inclui a prática aliada ao desenvolvimento do conhecimento, apresentando a plataforma Arduino por meio da prática de projetos e de maneira simples e atrativa.
A quem se destina o curso ? Não é necessário possuir conhecimento técnico prévio. Todos os participantes recebem acompanhamento individual no desenvolvimento das atividades práticas em sala e de seus projetos pessoais. E equipe conta com instrutores e monitores capacitados nas áreas de programação, eletrônica, mecânica e mecatrônica.
Mas o que é Arduino ? O Arduino é o principal ecossistema de hardware e software de código aberto do mundo e oferece uma variedade de ferramentas de software, plataformas de hardware e documentação, permitindo que qualquer pessoa utilize a tecnologia com criatividade. De longe, a mais popular de todas as plataformas utilizadas por iniciantes, hobistas, estudantes ou quaisquer outros interessados em aprender robótica, programação e automação.


Rota de aprendizagem
1º dia (14/09)
2º dia (21/09)
3º dia (28/09)
4º dia (05/10)
5º dia (19/10)
6º dia (26/10)
Introdução ao Arduino Sensores Analógicos Sensores Digitais Casas e cidades Inteligentes Robótica Miniaturização
Primeiros Passos – Prática Primeiros passos – Sensores Pratica com Bibliotecas Dispositivos de Comunicação I Dispositivos de Comunicação II Minitaturização
Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo Intervalo
Prática de Projeto Prática de Projeto PWM Plataformas Monitoramento IoT Introdução  a Robótica Tópicos Avançados
Prática de Projeto Prática de Projeto Prática de projeto Projetos Monitoramento IoT- Prática Motores e dispositivos para robótica Tópicos Avançados

Quais as vantagens do nosso curso presencial?
  • Acompanhamento individual, que acelera o aprendizado e permite um melhor desempenho na implementação das tarefas e dos projetos pessoais.
  • Networking, por meio da integração de diversos participantes de diversas áreas do conhecimento e com a equipe do curso.
  • Metodologia própria que envolve (1) a prática aliada à programação; (2) conhecimento dos dispositivos para arduino; (3) prática da lógica de programação; (4) prática de análise de Projeto (5) prática da montagem de protótipos de eletrônica.
  • Kit completo para todas as atividades desenvolvidas durante o curso.
  • Os participantes do curso ganham 10% de desconto em todas as compras futuras efetuadas em nosso site ou loja física.


O Kit Iniciante de Arduino NMK vem com os itens essenciais para realizar os primeiros projetos no mundo da robótica e/ou automação. Cada componente é abordado ao longo do curso, onde o aluno irá aprender na teoria e na prática sobre a sua utilização e receberá dicas sobre como utilizá-los em diversas outras aplicações. São tipos diversos de sensores, módulos de comunicação, relé, motor e outros. Para ver a listagem completa de materiais, acesse o link: https://natalmakers.lojaintegrada.com.br/kit-iniciante-arduino-nmk

Investimento
R$ 340,00 (sem o kit) ou R$ 430,00 (com o kit incluso) em até 12x sem juros no cartão de crédito (para parcelamento sem juros, dirigir-se à nossa sala).
Ou 5% de desconto à vista, transferência ou cartões de débito.

Pós-curso
Por meio do Ambiente de Aprendizado Online o participante tem acesso ilimitado aos conteúdos, exercícios, códigos, links e bibliotecas utilizados para instalação e programação da Plataforma Arduíno e dos diversos sensores e módulos utilizados no curso.


Curso de Arduino Programação e Prática - O que é?


O Curso de Arduíno: Programação e Prática é promovido pela NatalMakers, empresa incubada na INOVA Metrópole, incubadora do Instituto Metrópole Digital – UFRN. O curso utiliza metodologia própria, que inclui a prática aliada ao desenvolvimento do conhecimento, apresentando a plataforma Arduino por meio da prática de projetos e de maneira simples e atrativa.


A quem se destina o curso ? Não é necessário possuir conhecimento técnico prévio. Todos os participantes recebem acompanhamento individual no desenvolvimento das atividades práticas em sala e de seus projetos pessoais. E equipe conta com instrutores e monitores capacitados nas áreas de programação, eletrônica, mecânica e mecatrônica.



Mas o que é Arduino ? O Arduino é o principal ecossistema de hardware e software de código aberto do mundo e oferece uma variedade de ferramentas de software, plataformas de hardware e documentação, permitindo que qualquer pessoa utilize a tecnologia com criatividade. De longe, a mais popular de todas as plataformas utilizadas por iniciantes, hobistas, estudantes ou quaisquer outros interessados em aprender robótica, programação e automação.

E ai? Interessado em aprender e descobrir tudo o que você pode criar com o Arduino?
Clica no link abaixo para saber mais informações se inscrever na próxima turma do nosso curso de Arduino Programação e Prática. Até lá!


quarta-feira, 14 de agosto de 2019

NatalMakers na Campus Party Natal 2019

Nenhuma descrição de foto disponível. 

A CPNATAL2 tá chegando! Nós estaremos lá, venha nos encontrar nesse incrível evento: Estaremos no Domingo pela manhã no Stand da Prefeitura de Natal, e também estaremos no espaço Startup & Makers durante todo o sábado e Domingo com nosso stand. Encontre-nos lá e conheça um pouco mais do trabalho da NatalMakers!

O evento vai acontecer de 16 a 18 de agosto no Centro de Convenções de Natal e conta com workshops, palestras, oficinas, e muito mais! Use nosso código de parceria #NATALMAKERSNACPNATAL2 e garanta desconto na compra dos seus ingressos!
Para garantir seu desconto utilize o link https://brasil.campus-party.org/
Nos vemos na Campus Party!
 


#cpnatal2 #makers #natalmakers #arduino




segunda-feira, 15 de maio de 2017

Projeto do Kit Iniciante - Roleta Eletrônica com Display de 7 segmentos







Esse projeto é bem simples, mas bastante divertido. Utilizando um display de 7 Segmentos você vai construir uma roleta eletrônica para sorteio de 10 números.
A roleta eletrônica faz um sorteio de números entre 1 e 10 (neste caso, o '0' representa o número '10') mostrados no display. O sorteio do numero se dá ao pressionar o botão. Enquanto o botão não é pressionado, o display fica passando todos os números do sorteio.




Para esse projeto você vai precisar dos seguintes itens.

A montagem do projeto na protoboard é mostrada na figura acima. É importante lembrar que o código que mostramos aqui funciona para displays de 7 segmentos de cátodo comum. Esse display faz parte do kit iniciante NMK
Após fazer a montagem em sua protoboard, copie o código abaixo e cole no ambiente de programação do Arduino. Conecte sua placa Arduino e carrege seu código. É hora de testar!


//Matriz de acionamento do display de 7 segmentos.
//Cada linha represente quais segmentos devem ser ligados, no caso, 1 é ligado e 0 é desligado
int disp[10][8] = { { 0, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 0 }, // = Digito 0 crescente
  { 0, 1, 0, 0, 1, 0, 0, 0 }, // = Digito 1
  { 0, 0, 1, 1, 1, 1, 0, 1 }, // = Digito 2
  { 0, 1, 1, 0, 1, 1, 0, 1 }, // = Digito 3
  { 0, 1, 0, 0, 1, 0, 1, 1 }, // = Digito 4
  { 0, 1, 1, 0, 0, 1, 1, 1 }, // = Digito 5
  { 0, 1, 1, 1, 0, 1, 1, 1 }, // = Digito 6
  { 0, 1, 0, 0, 1, 1, 0, 0 }, // = Digito 7
  { 0, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1 }, // = Digito 8
  { 0, 1, 1, 0, 1, 1, 1, 1 }
};   // = Digito 9

//Definição da porta que o botão ira usar
byte botao=13;

//Função para imprimir um numero no display de 7 segmentos.
//A matriz disp deve ser construida de acordo com a montagem do display
void numero_display(int m) {

  for (int j = 2; j < 10; j++) {
    digitalWrite(j, disp[m][j - 2]);
  }

}

void setup() {

  //inialização da função randomica para calculos de numeros aleatorios.
  randomSeed(analogRead(0));
  for (int i = 2; i < 11; i++)
  {
    pinMode(i, OUTPUT);
  }
  pinMode(11, INPUT);
  Serial.begin(9600);
}

void loop() {
  // put your main code here, to run repeatedly:
  //Geração de numero aleatorios de 0 a 9
  long n = random(0, 10);
  numero_display(n);
    delay(50);

  //Se o botão foi pressionado...
  if (digitalRead(botao) == HIGH) {
    delay(500);
    //O processo do arduino é interrompido e o display mostra o numero sorteado.
    //O sortei volta rodar quando o botão é pressionado mais uma vez.
    while (digitalRead(botao) == LOW) {

    }
    //Delays são usados para que a informação do botão seja lida apenas uma vez. 
    delay(400);
  }


}








sexta-feira, 12 de maio de 2017

Multiplexação: o que é?



Todos os dispositivos microcontrolados possuem uma quantidade limitada de portas que não permitem que um projeto seja escalado infinitamente. A quantidade de portas utilizadas em cada  projeto tem a ver com sua natureza. Projetos que utilizam uma grande quantidade de sinais de saída (como por exemplo, os projetos que utilizam displays de LEDs ou matrizes de LEDs) necessitam de uma abordagem que permita controlar uma quantidade de dispositivos maior que o número de portas que o microcontrolador possui. Para isso existe uma técnica bastante conhecida chamada de Multiplexação.

Multiplexar é transportar vários sinais sobre um único meio. A multiplexação pode ser implementada tanto no espaço quanto no tempo. Multiplexar em um meio espacial é partilhar um meio  físico para comportar mais de uma informação ou sinal. Multiplexação no tempo é distribuir intervalos de tempos para que cada dispositivo possa utilizar o mesmo meio de transmissão do sinal. O  que se deseja obter utilizando esta  técnica  é  economia,  pois  ao utilizarmos  o  mesmo meio  de  transmissão  para  diversos  canais   economiza-se  em  linhas,  suporte,  manutenção,  instalação, etc.

A multiplexação por divisão de tempo foi desenvolvida na década de 1950. Ela permite que múltiplos sinais viagem através do mesmo canal de transmissão, mas aloca diferentes intervalos de tempo para cada um. A multiplexação por divisão de tempo exige que todos os dispositivos envolvidos estejam sincronizados e os intervalos de tempo destinados a eles sejam utilizados de forma eficiente. Uma grande desvantagem da multiplexação é o uso de uma fonte constante de corrente elétrica. Técnicas de multiplexação são usadas em telefonia, processamento de vídeo, transmissão digital e transmissão analógica. Aplicações de multiplexação também são evidentes em dispositivos eletrônicos, veículos e aviões.  Um exemplo comum disso é a forma como as empresas fornecem internet e TV. Ambos os sinais trafegam pelo mesmo fio e ao chegar na nossa residência esses sinais sao separados


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Como ler sinais analógicos no Arduino













No desenvolvimento de projetos e aplicações com Arduino e outros microcontroladores é importante sabermos diferenciar a natureza das grandezas utilizadas. Alguns dos sinais lidos pelo Arduino, por exemplo, são assim chamados analógicos, dada a sua forma de variar no tempo. São as grandezas que possuem uma relação direta com a forma como a natureza se comporta. A variação desses sinais ocorre em uma escala contínua, como por exemplo valores de velocidade, temperatura, umidade, entre outros. De modo diferente, os sinais digitais variam em uma escala discreta, diretamente relacionada à precisão de leitura do microcontrolador.





É clássico citar o fato de que o mundo real não é digital. Considerando a variação da temperatura como exemplo, ela muda dentro de um intervalo de valores e geralmente não faz mudanças abruptas ao longo do tempo. Muitas vezes medimos parâmetros ambientais como temperatura, intensidade de luz, usando sensores analógicos. Estes sinais resultantes são armazenados como dados digitais sequenciais.

http://natalmakers.mercadoshops.com.br/potenciometro-10k-139841111xJM



Uma experiência interessante para podermos perceber essa variação é utilizando um Potenciômetro de 10k, que é capaz de modificar o valor de resistência em seu pino central de acordo com a posição da chave giratória. Conectando-o ao Arduino da forma indicada na figura, carregue o programa abaixo para o Arduino. Verifique no monitor serial a variação de tensão causada pela variação de resistência do potenciômetro. Para visualizar graficamente os resultados da experiência, utilize o Serial Plotter, clicando no menu correspondente na IDE no Arduino.







// Pino do potenciometro (pino do meio) ligado na porta A0 do arduino.
int analogPin = A0;    

// Variável para armazenar o valor lido
 int val = 0;          

void setup()
{

//Inicia o monitor Serial.
 Serial.begin(9600);         
}

void loop()
{

// Leitura do pino analogico
 val = analogRead(analogPin);   
 Serial.println(val);

}